29 fevereiro 2016

Amor Amargo - Por Jennifer Brown


Título: Amor Amargo
Autor (a): Jennifer Brown
Páginas: 256
Editora: Gutenberg
Skoob || Encontre
4 ESTRELAS
Sinopse: Último ano do colégio: a formatura da estudiosa Alex se aproxima, assim como a promessa feita com seus dois melhores amigos, Bethany e Zach, de viajarem até o Colorado, local para onde sua mãe estava indo quando morreu em um acidente. O Dia da Viagem se torna cada vez mais próximo, e tudo corre conforme o planejado. Até Cole aparecer. Encantador, divertido, sensível, um astro dos esportes. Alex parece não acreditar que o garoto está ali, querendo se aproximar dela. Quando os dois iniciam um relacionamento, tudo parece caminhar às mil maravilhas, até que ela começa a conhecê-lo de verdade…
Em um retrato realista de um relacionamento conturbado, a autora Jennifer Brown – do sucesso A Lista Negra – nos leva até o limite de nossos sentimentos.

Alex está no último ano do colégio, a única coisa em que ela e seus melhores amigos, Bethany e Zach pensam, é a tão sonhada viagem para o Colorado. Filha de um pai ausente onde mal fala com as três filhas, desde o dia em que sua esposa morreu quando Alex ainda era pequena, deixando toda sua vida para ir ao Colorado. A viagem para Alex é bem mais que diversão, ela precisa de respostas, Por que sua mãe largou toda sua vida? Suas irmãs não entendem essa fixação, mas uma era pequena demais para lembrar da mãe, e a outra mais velha aceitando mais fácil as coisas da vida. Sua vida se resume a isso, amigos maravilhosos, uma irmã mais nova na adolescência e um pai que não se importa. Até que Cole aparece e deixa sua vida com outra cor. 

"Após apagar a luz, fiquei parada na sala escura, sorrindo, esperando o corredor esvaziar e o barulho dos carros deixando o estacionamento ecoar nos ouvidos. Ele não era Zach, mas algo em Cole me dava uma sensação gostosa."
Página 22.

A paquera e os flertes de um novo interesse amoroso começam. Cole a faz se sentir especial e única, tudo o que um dia pensou em viver, Cole tornou realidade. Por alguma razão seus amigos não gostam dele e não entendem que ela está apaixonada, até que as coisas fogem do seu controle e ela descobre as verdadeiras atitudes dele.

Jennifer Brown é mestra em escrever sobre assuntos sérios de uma forma real e que prende o leitor. A estória é narrada em primeira pessoa pelo ponto de vista da Alex, achei a melhor forma para o enredo, entramos de verdade na cabeça da vitima. Quando vi que iria sair esse livro no Brasil fiquei louca para compra-lo, o tema me chamou muito atenção, mas pensei "Eu nunca deixaria isso acontecer comigo", meu pensamento foi mudando com o decorrer da estória. É um ciclo vicioso. No fim do livro tem uma nota da autora que explica exatamente o meu pensamento. 

"Afinal de contas, na maioria das vezes, não mergulhamos em relacionamentos amorosos por motivos puramente racionais. Da mesma forma na maioria das vezes, não é por motivos racionais que permanecemos neles. Amamos e, por amarmos, a coisa pode se tornar muito mais complicado do que do que uma simples questão de permitir"
Jennifer Brow - Nota da autora página 247.



A narrativa é fluida e prende o leitor de uma maneira que só queremos largar o livro quando a estória termina. Ele é denso e mexe com a gente, sofri com a Alex, não queria que nada disso acontecesse com ela. Os personagens secundários são muito bem construidos, a protagonista tem a sorte de ter amigos como Bethany e Zach. São amigos que a apoiam e querem seu bem. Zach em especial é incrível, é aquele amigo que te coloca pra cima em qualquer situação. Mesmo sabendo que não aconteceria, torci para que eles ficassem juntos (risos).
"Zach. Nosso outro melhor amigo. Se tivesse que descrevê-lo em uma palavra, seria... Bom, é difícil descrevê-lo em uma só palavra. Ele era uma mistura de irmão mais velho superprotetor, tio tarado e primo mais novo irritante, tudo ao mesmo tempo. Era um show de comédia ambulante."
Página 10.

Conhecemos também Geogia, amiga/gerente da lanchonete onde Alex trabalha. Ela faz um papel materno da protagonista na estória, com conselhos e entendimento que só uma mãe pode ter. Célia, sua irmã mais nova, chega a ser insuportável de tão rebelde que é, mas na hora que a irmã precisa não mede esforços.



Cole é complexo, não tem outra forma de descrevê-lo. Ao decorrer do livro a autora mostra um pouco como é a vida dele. Seria mais fácil se ele fosse um simples agressor e mais nada, mas não, a autora mostra a realidade dele, do por que ele ser assim, o intuito creio eu, foi de ser o mais real possível, uma pessoa, é o que é, pelas circunstâncias da sua vida ou situações do passado, isso não justifica de maneira alguma suas ações, só torna ainda mais abomináveis. Tirei uma estrela pois a protagonista não me cativou, eu torci sim por ela, mas ela é chata, sempre acabava justificando as agressões como se a culpa fosse dela. Não sei como eu reagiria no lugar dela, é uma situação difícil, não são só agressões físicas, mas também psicológicas. 

A diagramação do livro está impecável, não encontrei nenhum erro ortográfico, as folhas são amarelas e as letras e espaçamentos são na medida certa proporcionando uma ótima leitura. A arte da capa é maravilhosa, tem tudo a ver com a estória, não sou muito de fã de alterações de capas do original, mas o pessoal da Gutenberg mandou muito bem nessa arte.



O livro em si é espetacular, é uma lição para o leitor, no final a autora explica os sinais de uma pessoa vivendo em abusos e até mesmo formas de proceder nessa situação, você vê que a obra não é só mais um livro, mas a autora tem o cuidado de orientar as pessoas que estão passando por isso ao lerem o livro. Jennifer Brown mais uma vez fez uma obra digna de ser lido por todos.

41 comentários:

  1. Oii eu tenho visto ótimas críticas sobre esse livro e estou ansiosíssima para lê-lo. Amei a resenha bem leve e bem escrita <3

    ❥Blog:Gordices Literárias

    ResponderExcluir
  2. Oi, Stéfani
    Essa obra tem sido mesmo elogiada, e adorei saber que também gostei. Ainda não li nada, mas sei que ela é uma autora que trata de assuntos sérios mesmo. Os personagens parecem ter sido todos muito bem trabalhados também. Diante de tantos elogios e de uma boa escrita, claro, fiquei mais curiosa ainda para ler o livro.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi, tudo bem?
    Eu li o A Lista Negra da mesma autora e amei! Um livro muito bom.
    Desde então, estou louca para ler mais algum livro dela e Amor Amargo tem sido bem comentado por todos então tenho muito interesse nessa leitura.
    Entendo que a personagem tenha sido um pouco chata, mas a realidade as vezes infelizmente é essa, a vitima na maioria das vezes se culpa pelo que acontece a ela.
    Espero ler esse livro em breve e espero gostar bastante.

    Beijos :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  4. Olá
    Nossa o livro tem temas bem fortes, até acho interessante que se discuta este assunto, mas não sei se leria o livro, eu sou do tipo que se revolta e acabaria passando nervoso com essa moçinha justificando o namorado.

    www.poyozodance.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Teve varias cenas que me revoltei, não tem como se manter tranquila vendo algo assim =/

      Excluir
  5. Oi!

    Já ouvi falar muito da autora devido a sua obra A lista negra, que está na minha lista de leitura, mas ainda não tive a oportunidade de ler. Fiquei muito curiosa para saber mais sobre esse livro, é sempre bom estar em contatos com temas diferentes e adoro livros intensos. Que pena que a protagonista é meio chata, mas vou arriscar ler o livro mesmo assim.
    Essa capa ficou linda mesmo!

    http://infinitudedepalavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Parabéns pela ótima resenha, Stefani. Eu estou suuuuper cusiosa com esse livro a cada resenha que leio. Acho um tema hiper denso e interessante. Quero muito ver como a personagem vai passar por essa relação, pelos abusos físico e psicológicos e como a autora construiu isso, mostrando o que podemos fazer.
    Deve ser um livro sensacional por tudo que tenho visto.
    Bjo
    www.viciadosemleitura.blog.br

    ResponderExcluir
  7. Leio boas críticas desse livro, acho interessante como alguns autores abordam temas séries de uma forma que faz o leitor prender-se na leitura.
    Acho que o fato da autora falar um pouco mais sobre Cole faz o leitor entender porque as atitudes dele.

    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  8. Oi Sté!!

    Eu não conhecia o livro e imaginei que ele seria um pouco tenso, mas não imaginei tanto assim.
    Gosto dessa tematica mais densa e pouco trabalhada na literatura. Mesmo você não se encantando tanto assim com o personagem, acredito que não perde o brilho da obra.
    A capa está linda e não tenho do que reclamar da Gutemberg!
    Obrigada pela dica!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  9. Oi
    Não imaginava que o livro passava tantas mensagens assim.
    Gosto de livros densos e personagens complexos que exigem uma maior atenção do leitor. Sem contar na preocupação da autora em orientar todos que vivem algo parecido.
    Melhor ainda é saber que a leitura foi espetacular para você.
    Quero sim poder ler esse livro.
    Adorei suas impressões. Já add na listinha.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, ele passa muitas lições =)

      Excluir
  10. Eu estou simplesmente LOUCA para comprar este livro, mas o preço dele nunca me ajuda, af. Ele parece ser incrível.

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  11. Oiie,
    Eu tenho muita vontade de ler esse livro por conta da Pam Gonçalves, ela gosta muito e super recomenda, espero lê-lo esse ano.

    Abraços!
    http://lendocomobiel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Olá, quem nunca vivenciou um caso assim entre os amigos ou familiares, na TV e até mesmo no dia a dia né? Vejo isso sempre e fico triste por pessoas que passam por isso e na maioria das vezes não conseguem sair de um relacionamento "doentio". Tenho uma tia que vive esse dilema e ficamos muito tristes por ela. Desde o lançamento quero muito ler esse livro, agora me interessei mais ainda.

    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vale muito a pena. Graças a Deus nunca vivenciei nada parecido, nem sei qual seria minha reação, esse livro até te instrui como proceder, é incrível.

      Excluir
  13. Olá minha linda,

    Antes de tudo parabéns pela resenha bem descritiva e elaborada. Gosto de resenhas mais profundas e a sua só confirmou a escolha certa em ler esse livro maravilhoso que traz um novo olhar sobre um assunto delicado.

    Beijos,
    http://poesiaqueencantavida.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oiee ^^
    Virei fã da autora quando li "A lista negra", e adorei! Vi sobre esse livro recentemente e fiquei muito curiosa para lê-lo, mas estou tentando não comprar nada até a bienal (aguenta, coração *-*). Parece ser uma história incrível, a Jennifer é expert mesmo em falar sobre assuntos como esses de forma delicada e que prende o leitor, né? Fico feliz que você tenha gostado do livro, espero gostar também :)
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Tenho muita curiosidade no livro A lista negra, o único que conheço da autora. Agora mais esse, que trata de um relacionamento abusivo. Se bem desenvolvido, com certeza é uma leitura que acrescenta muito. Apesar de algumas ressalvas e um clichêzinho aqui e ali, acho que dá pra relevar e quem sabe, eu leia.
    :)

    ResponderExcluir
  16. Adorei saber que no final a autora explica seu pensamento. Ela deve ter uma escrita incrível. Sou louca para ler esse livro. A premissa é muito curiosa e boa, adoro quando os autores abordam temas mais sérios e fortes em seus livros de forma tão verdadeira.
    Adoro livros com paginas amareladas hehehhe, que bom que a revisão é boa, enfim parece que o livro é todo bom, vou ler sim.
    ótima resenha.

    http://www.colecoes-literarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Oi Stéfani.
    Sua resenha deixou o livro bem interessante, pois tinha lido uma resenha que me desinteressou um pouco do livro. Mas lendo a sua eu fiquei curiosa para conferir ele.

    Bjos

    http://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Oi flor tudo bem, acho bacana livros que abordam o tema da violência contra mulher, nos faz refletir e muito sobre algumas coisas.
    Acho que a autora ter colocado que a personagem se sentia culpada pelas agressões condiz com a Realidade, geralmente quem prática violência física também mexe com o psicológico da pessoa. É triste mas é uma realidade.
    Me pareceu um excelente livro.
    Bj
    Camila Bernardini Coelho

    ResponderExcluir
  19. Oieeee

    Apesar de gostar muito da escrita da autora e de ter me compadecido da história de Alex, não gostei do final. Foi muito apressado! Me passou a impressão de que a autora não sabia mais o que fazer e decidiu terminar logo a história. Mesmo assim recomendo bastante a leitura. Principalmente se tem alguma leitora aqui que sofre algum tipo de violência, tentem ler esse livro e façam dele seu grito de liberdade. É possível se ver livre disso, nunca se esqueçam disso! Nunca é tarde demais para se livrar de algo que não te faz bem.

    ResponderExcluir
  20. Olá Stéfani,
    Sua resenha me caiu como uma luva. Estou lendo esse livro neste momento (ainda no capítulo 8) e já estou sofrendo. Estou gostando muito do Zach, mas não acho que ele ficará com a Alex, tenho minhas ideias (risos).
    Também não estou suportando a Célia, ô menina chata.
    Espero me envolver com a leitura e gostar, pois, até agora, li apenas picado (não mais que 15 páginas por dia).
    Beijos,
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Li este livro no mês passado e foi uma leitura intensa, boa do começo ao fim. Sofri demais com a Alex e queria entrar no livro e poder protege-la, mas não podia. Ao mesmo tempo, sentia vontade de dar uns tapas nela... rs. Mas o livro foi incrível e eu adorei a abordagem. Apesar de ter lido a pouco tempo, sua resenha me deu vontade de ler novamente.
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
  22. Estou muito curiosa para ler este livro. Essa é a segunda resenha a respeito dele que leio e a cada linha delas só fiquei mais cativada pela história. Não que seja bonita, muito pelo contrário, mas por apresentar de forma realista o drama de muitas mulheres e, talvez, com ela poder ajudar alguma leitura a se livrar de tal situação, procurar ajuda, denunciar.
    Uma pena a personagem principal não ser cativante, mas que bom que isso tirou apenas uma estrela da história, o que só vem a provar a qualidade da mesma.

    ResponderExcluir
  23. Olá,
    Eu tenho a Lista Negra, no entanto, ainda não li, agora fiquei curioso com este livro. Amor amargo parece ser um livro muito interessante, e gosto quando tem densidade no enredo. Adoro livro que nos prendem e só soltam quando terminamos a leitura. Parabéns pela sua resenha, maravilhosa.
    um abraço,

    Antonio Henrique
    www.navioerrante.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  24. Olá flor, adorei sua resenha, ficou perfeita! Não li muitas coisas a respeito dessa obra, conheço a autora somente de nome, pois também não tive contato com nenhuma de suas obras, mesmo Lista Negra que é bem famosa, eu nãoo tive oportunidade de ler ainda.

    Beijokas da Quel ¬¬
    Literaleitura

    ResponderExcluir
  25. Oi!!

    Stéfani (levei uma surra para escrever seu nome), a autora trata de um tema muito polêmico e o antagonismo que você teve pelas reações da protagonista, não é diferente com as mulheres que são agredidas na vida real. Elas sabem que esse não é um comportamento correto, mas se protege atrás de um muro chamado amor e usam esse álibi para justificar as agressões.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  26. Amiga esse livro já foi resenhado lá no blog e sinceramente tenho que dizer que achei ele bem intenso pelo menos para mim ler agora sabe? Eu estou agora apostando em livros mais tranquilos, mas mesmo assim acho bacana abordar certos assuntos, principalmente sobre abusos que ficam ocultos e as pessoas tem medo de falar ou até mesmo buscar ajuda. Eu sinceramente não sei o que faria no lugar também. É uma situação complicada. Mas eu procuraria ajuda sabe? Se fosse eu o problema. Acho que quando se trata cedo das coisas, tem solução, agora se deixar pra lá ai o negócio só vai aumentando e quando vai ver está num estado gravissimo. Enfim...Achei muito legal tudo que você disse sobre o livro e também quero dizer que sua resenha ficou ESPETACULAR menina. Parabéns, como sempre arrasando na escrita. Favor continuar resenhando assim pra mim em? rs

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2016/02/resumo-do-mes-de-fevereiro.html

    ResponderExcluir
  27. Oiiie
    Eu sou louca para ler esse livro e já o tenho aqui, sou apaixonada por essa autora e sua resenha só me deixou com mais vontade ainda, adorei sua dica

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  28. Ola lindona li muitos elogios a esse livro e a escrita da autora, o tema do livro é algo que normalmente as pessoas julgam, mas somente quem passa pela situação sabe de seus sentimentos, não vejo a hora de ler e entender os sentimentos e medos da protagonista. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  29. Vejo tanta gente comentando sobre a escrita da autora e sobre A Lista Negra que tenho muita vontade de ler. O assunto violência e relacionamentos abusivos é sempre interessante e bem-vindo na literatura jovem adulta, para alertar sobre isso não ser normal, muito menos ato de amor. Adorei sua resenha! Espero ter a oportunidade de ler o livro logo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  30. Stéfani, já ouvi falar maravilhas do livro, mas acho que nunca tinha ouvido falar de alguém que não tinha gostado da personagem, mas super entendo seu ponto de vista.
    Tenho muitaaaaa vontade de ler esse livro.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  31. Olá, tudo bom?

    Sempre ouço tantos elogios sobre a Jennifer Brown que me sinto muito mal por não ter lido um único livro, sequer, dela. Li muitas resenhas positivas sobre A Lista Negra que fiquei muito curiosa sobre seus livros e depois que eu vi essa capa maravilhosa de Amor Amargo, minha ansiedade para a leitura realmente aumentou. Preciso, urgentemente, de um livro dela haha

    Obrigada pela dica.

    Beijos.

    http://instantesmemoraveis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  32. Oii não conhecia esse livro e uau gostei muito do que disse. Que assunto forte! Que tema mais atual! Fiquei realmente curiosa para ler. Anotei a dica e espero gostar da história assim como vc.

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  33. Olá... tudo bem???
    Quando li a primeira resenha desse livro, pensei... esse vale o risco de sair da zona de conforto... porque o tema é diferente do que vejo por ai.... foi o primeiro livro que vejo sobre esse tipo de violência contra a mulher... e pra mim é fácil dizer que jamais deixaria que acontecesse comigo... mas não sabemos ao certo... muitas coisas acontecem... e a gente jamais está imune... podemos ser mais fortes e reagir a certas atitudes, mas não sabemos o dia de amanhã... enfim... é um livro que pretendo ler e mesmo que não tenha gostado da protagonista percebi o quanto que gostou... xero!!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  34. Hello!

    Muita gente elogia o trabalho da Jennifer Brown.
    Amor Amargo é um dos livros que mais quero ler, a capa é perfeita e a historia mais interessante ainda.
    Amei saber que a narrativa é fluida e prende o leitor, muita gente falou isso memso, que viciou.
    Já vi pelas fotos que a diagramação do livro está perfeita tb, parebens a editora.
    Beijos.

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  35. Olá!

    Eu amo a Jen desde A Lista Negra! Não conhecia esse, mas com essa premissa, não posso deixar de querer ler! Ela tem uma escrita envolvente, que não deixa pontas soltas e traz lições maravilhosas. Impossível não amar!

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  36. Oie, tudo bom?
    Temos tido uma quantidade absurda de YA que falam sobre temas importantes e esse é um deles. Essa autora é bem conhecida pela sua capacidade de criar bons dramas. Nunca tinha lido uma resenha que me fizesse ter vontade de Lê-lo, mas sua resenha me fez ficar curiosa com a história. Achei interessante ela mostrar os dois lados do problema.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir