25 julho 2016

[Resenha] A Caminho do Altar - Por Julia Quinn


Título: A Caminho do Altar
[Os Bridgertons #8]
Autor (a): Julia Quinn
Páginas: 320
Editora: Arqueiro
Skoob || Encontre

Sinopse: Ao contrário da maioria de seus amigos, Gregory Bridgerton sempre acreditou no amor. Não podia ser diferente: seus pais se adoravam e seus sete irmãos se casaram apaixonados. Por isso, o jovem tem certeza de que também encontrará a mulher que foi feita para ele e que a reconhecerá assim que a vir. E é exatamente isso que acontece.
O problema é que Hermione Watson está encantada por outro homem e não lhe dá a menor atenção. Para sorte de Gregory, porém, Lucinda Abernathy considera o pretendente da melhor amiga um péssimo partido e se oferece para ajudar o romântico Bridgerton a conquistá-la.
Mas tudo começa a mudar quando quem se apaixona por ele é Lucy, que já foi prometida pelo tio a um homem que mal conhece. Agora, será que Gregory perceberá a tempo que ela, com seu humor inteligente e seu sorriso luminoso, é a mulher ideal para ele?

Resenhas Anteriores

Os Bridgertons #1 - O Duque e Eu
Os Bridgertons #2 - O Visconde que me amava
Os Bridgertons #3 - Um Perfeito Cavalheiro
Os Bridgertons #4 - Os Segredos de Colin Bridgerton
Os Bridgertons #5 - Para Sir Phillip Com Amor
Os Bridgertons #6 - O Conde Enfeitiçado
Os Bridgertons #7 - Um Beijo Inesquecível


Gregory sempre teve certeza que um dia se apaixonaria perdidamente. Não é por menos, todos seus sete irmãos estão casados e muito felizes com seus parceiros. Como irmão mais novo, ele nunca foi próximo e íntimo dos mais velhos, e sempre fez de tudo para ser auto suficiente mostrando que já um homem. Mas quando Anthony o convoca a participar de um evento que Kate está organizando, Gregory não tem outra escolha a não ser ir. Ele só não imagina que iria se apaixonar perdidamente.

“Era o paraíso. Esqueça os anjos, esqueça São Pedro e harpas brilhantes. O paraíso era uma dança nos braços do seu verdadeiro amor. E quando a pessoa em questão estava a apenas uma semana de se casar com outro, era preciso agarrar o paraíso com força, com ambas as mãos.”

Assim que Gregory coloca os olhos em Hermione ele teve certeza que ela seria mulher no qual ele iria passar o resto da sua vida. Ele e todos os homens que olham para Hermione. Ela é uma moça extremamente atraente e por onde vai ofusca todas as damas a sua volta, inclusive sua melhor amiga Luci. Mas o grande problema é Hermione não sentir o mesmo por Gregory.

"Ele simplesmente queria que ela fosse dele. Ele queria olhar para ela e saber. Saber que ela carregaria seu nome e teria os seus filhos e olharia apaixonadamente para ele todas as manhãs sobre uma xícara de chocolate quente."

Hermione está perdidamente apaixonada pelo secretário de seu pai. Luci sabe que sua amiga jamais poderia viver essa paixão e ser feliz, então resolve ajudar Gregory a conquistá-la. No meio do processo Luci se pega pensando em Gregory, e quando se dá por si, ela que nunca acreditou em amor, se apaixona. Numa virada do destino Luci e Gregory ficam próximos e o desejo que sentem vem a tona, mas ela está noiva e com casamento marcado, como poderiam viver essa paixão.




Depois de muitas emoções, enfim, chegou o final da série Os Bridgertons. Julia Quinn trouxe tantas emoções e alegrias, que ficou impossível não se apegar a essa família. Irei sentir falta de todas as confusões e amores que seus membros me fez viver. Aqui, fui surpreendida por encontrar um mocinho totalmente diferente. Gregory não é um libertino assumido como seus irmãos. Ele acredita no amor e sabe que quando se apaixonar iria saber no mesmo momento.


Gregory é um menino/homem. Nunca perdeu uma oportunidade de atormentar sua irmã mais nova, mas também enxerga com seriedade quando necessidade. O pensamento de se apaixonar por alguém faz com que ele confunda atração com amor. O que ele sentiu por Hermione foi atração, pois a jovem é dona de uma beleza sem igual. O conceito de amor dele estava totalmente equivocado pela imagem de seus irmãos. Todos estão casados e apaixonados, mas passaram por muita coisa para chegarem a seus finais felizes, e isso era o que Gregory não entendia.


Já Luci é racional ao extremo. Ela não acredita nas emoções que o amor trazia pra uma pessoa até viver isso na pele. Mesmo sendo prometida em noivado pelo seu tio a outro homem, ela se vê apaixonada por Gregory. Luci é o tipo de personagem que faz com que gostemos dela logo de início. Trás consigo um grande senso de amor ao próximo, se preciso se sacrificaria por aqueles que ama, comprovando o tamanho do seu imenso coração.

"...isso é tão ela. Querendo que todos sejam felizes. Experimente este. E se você não gostar, tente este aqui ou este ou este ou este outro aqui. E se não funcionar, fique com o meu.”

Os personagens secundários fica por conta de Hermione e alguns membros da família Bridgerton. Hermione é meiga e bem inocente em relação a vida. Ela, assim como Gregory, acredita no amor, só que a inconstância com que se apaixona por alguém me incomodou. Ao mesmo tempo que ama o secretário do pai, um olhar diferente de outro faz com que seus pensamentos mude. Em contra partida ama Luci e sempre fará de tudo pra vê-la feliz.


A razão de eu ter tirado uma estrela do livro foi o fato da rara presença dos Bridgertons no livro. Por ser o último livro, imaginei que teria uma reunião com todos mostrando Violet imensamente feliz por ter todos seus filhos casados. Mas isso não aconteceu, temos a presença de alguns, que foram extremamente importante para os desfecho da maioria dos acontecimentos, mas mesmo assim, fiquei com aquela sensação que faltou algo, e esse algo é a família reunida.


O romance se desenrolou com sutileza. Luci irá se casar e Gregory estava apaixonado pela amiga dela, mas aos poucos com a convivência ambos percebem que são perfeitos um para o outro. Ao ponto que Luci é cautelosa, Gregory é doido, e somente por isso que eles conseguem ficar juntos. As coisas chegavam ao ponto de ser irreversível, e contra todas as possibilidades, Gregory ia lá e dava uma solução. Ele lutou bem mais que Luci, mas o sentimento de amor era igual.

“Ele a beijou com tudo o que tinha, com todo seu fôlego, com cada batida de seu coração. Seus lábios encontraram seu rosto, sua testa, suas orelhas, e durante todo o tempo, ele sussurrou seu nome como uma oração. Ele a queria. Ele precisava dela.”

Uma das coisas que mais amo nessa série são as capas. Pode ser bobeira, mas é o cartão de visita e com toda certeza o último livro ficou entre as mais belas capas da minha estante. Internamente segue o padrão de seus antecessores, com a diferença de em cada começo trazer um prequél narrado dos acontecimentos do capítulo.


É muito difícil fazer uma resenha de um livro que você amou, e aqui com o encerramento dessa série que está em meu coração, comprovei que é muito mais difícil encerrar uma séries favorita. Me encantei, chorei, sorri entre as páginas, e a saudade será grande dessa família.


Vejo muitas pessoas falando que não iniciam a série pelo fato de ter oito livros. A esses digo somente uma coisa. Vale a pena!!! Você não sente as páginas indo embora, a narrativa é fluida e a estória muito envolvente. Não percam tempo e leiam, não vão se arrepender. Mas aqueles que chegaram até aqui amando essa família, o livro foi um encerramento arrebatador e leitura indispensável para os fãs. Mais uma vez, vale muito a pena!!!

20 comentários:

  1. Olá, Stéfani!
    Concordo contigo quanto as capas. Elas são maravilhosas!
    A proposta sugere que o livro vai dar o que falar e é cheio de emoções. Também senti certa simpatia por Luci e suas especificidades. Porém, apesar de tentar pensar de forma diferente, acabei decidindo que não leria mais nada de Julia Quinn depois da grande decepção que vivi com a leitura do primeiro livro da série, O Duque e Eu. Não me arrependi, mas a vontade de ler os outros livros cessou logo de cara.
    Um beijo! - Historiar

    ResponderExcluir
  2. Aim que coleção linda! Aqui onde eu moro só achei o perfeito cavalheiro ¬¬ vou ver se encontro na net pra vender, adorei a resenha =*.
    http://www.blogsweetchic.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá
    Julia Quinn é simplesmente maravilhosa heim.. Eu amo essa série e fiquei apaixonada por essa trama. E concordo com você, vale muito a pena ler esses oito livros, porque cada um é melhor que o outro. Também amo essas capas e esse romance por ser tão sutil mesmo. Sua resenha ficou maravilhosa <3
    beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  4. Olá Stéfani,
    De todos os livros que eu li dessa série, o Gregory pouco apareceu. Além de ser ansiosa ler toda a série, quero ler esse livro em particular. Acho que a forma como a história se passa é bem diferente.
    Consigo entender o motivo que te fez dar uma nota mais baixa para o livro e acho que também diminuiria a nota por conta disso, sabe? Por ser o último livro eu adoraria a presença dos Bridgertons nesse livro.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  5. Me apaixonei pelas fotos que você fez!!! Lindas!!!
    Deste ano não passa, lerei Julia Quinn e enquanto este dia não chega, me delicio com opiniões tão positivas quanto a sua escrita.
    Você falou que é difícil fazer a resenha de um livro que você tenha amado tanto, mas te digo que a sua opinião foi expressa com maestria neste post. Parabéns.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi Stéfani, também sou apaixonada por esta família! Achei tão engraçada a forma racional com que Luci encara o casamento, tão diferente do Greg, em uma clara inversão de papéis...
    E o que foi aquele início???? Eu já queria correr para ler o final... kkkkk
    Uma família que vai deixar saudades, mas que felizmente eu poderei matar esta saudade sempre que quiser :)
    Bjs!

    ResponderExcluir
  7. Oi, tudo bem?
    Me apaixono a cada dia por essas capas, são lindas demais para o meu coraçãozinho. Ainda não li nada da Julia Quinn, vou ler esse ano e estou com energias positivas sobre eles, acho que vou amar a escrita dela. Amei seu post, acho que me deixou mais louca pela leitura ainda e não vejo a hora de ler logo!!
    Beijinhos
    http://followyourdreamalways.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oiii!!!

    Eu preciso confessar que MORRO de vontade de ler esse livro! Acho que já comentei por aqui sobre a curiosidade que tenho em conhecer a escrita da Julia, nunca li critica negativa a ela e me parece ser uma ótima forma de passar o tempo. Acho que é muito dificil errar no tema proposto e sei a dor de se despedir de uma obra. Não é facil, mas o bom é que podemos reler sempre.
    E sobre a capa, concordo plenamente!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  9. É bem ruim quando chegamos ao final de um livro que gostamos, principalmente sabendo que a série foi encerrada e não terá continuação. Também acho que no último livro seria legal a participação da família toda reunida, depois dos 7 livros que se passaram. A resenha ficou ótima!
    http://www.virandoamor.com/

    ResponderExcluir
  10. Oi Ste
    Sinceramente não curto romances de época e por isso realmente não encaro uma série. Mas entendo quando você falou que nem sente as páginas passarem. É normal quando gostamos muitos de um autor. Mas que bom que você gostou e que pena que a família não esteve tão presente. Já sinto que deixará saudades.
    Parabéns pela ótima resenha.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  11. Olá, tudo bem? Toda vez que eu vejo algo sobre essa série eu reviro os olhos no sentido literal. Eu não gosto de romance de época e acho essa série longa de mais...se um dia eu tentasse ler acho que desistiria. Mas para quem Ana o gênero é um prato cheio neh? E tenho certeza que para quem ama deve ser muito triste quando a série chega ao fim.
    Bj

    ResponderExcluir
  12. Olá,

    Só li o primeiro livro da série, mas essa sua resenha está me fazendo mudar de ideia. Adorei a premissa da história, pois ao tentar ajudar Lucy vai acabar se apaixonando. É brilhante, gosto desse tipo de reviravolta. O diferencial no livro também me chamou muito a atenção, o mocinho anseia em se apaixonar e isso é maravilhoso, pois a maioria deles não quer se prender a nada. Lamento também que o final não tenha tido uma participação maior dos outros personagens, mas fico feliz que a história tenha tido um desfecho satisfatória. Vou comprar a minha coleção em breve.

    Abraços
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  13. Oi!
    Já vi várias resenhas dessa série, mas a cada uma que eu leio, fico com mais certeza de que não é o tipo de livro que leria. Além de não ser das maiores fãs de romances melosos, não curto romance histórico.
    Que pena que no final, os Bridgertons não tiveram muita participação, acho que isso nos deixa bem desanimada em qualquer livro.
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oiee ^^
    Eu também esperava uma maior participação da família neste livro, fiquei triste quando vi que poucos irmãos apareciam :/ Mas o livro me conquistou totalmente, fiquei completamente apaixonada por Gregory e por Lucy, adorei ver como eles se apaixonaram aos poucos, e adorei ainda mais o final ♥ Julia conseguiu fechar a série com chave de ouro!
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Olá, primeiramente que fotos maravilhosas foram essas que você tirou ? está tudo um capricho e totalmente lindo.
    Mas sobre o livro eu não sou fã de romance de épocas e esse não é o tipo de livro que leria ainda mais por ser uma série tão grande.
    mas obrigada pela dica.

    ResponderExcluir
  16. Nem acredito que a série tenha chegado ao final, parece que foi ontem que a editora lançou o primeiro livro. Enfim, voltando a história do livro ela me parece ser extremamente cativante, a Julia tem esse dom de escrever romances que acontecem meio que sem querer. Amo isso nas suas histórias que pelo que vejo continua neste último volume. Agora, tenho que confessar que eu não gostei muito de saber que a autora não reuniu a família, poxa, isso era essencial. Criar aquele ar de que tudo terminou bem e teve o seu final feliz. :( Apesar disso, espero ler e gostar da trama que está com uma capa linda.

    Beijos
    Vento Literário / No Facebook / No Twitter

    ResponderExcluir
  17. Oi!
    Achei esse mocinho bem diferente dos outros mocinhos da série, e confesso que a história deste é uma das que mais gostei vendo a resenha, porque parece que quebrou um pouco o padrão dos outros livros.
    Uma pena que os personagens secundários não apareceram tanto, poderia ter dado um desfecho mais bacana a todos eles né

    ResponderExcluir
  18. Olá!
    Eu adoro romances de época e essa série é ótima!
    Eu já li os dois primeiros livros e comprei o terceiro recentemente, tô louca para ler! A escrita da Julia é maravilhosamente fluida, realmente a gente nem vê passar o tanto de páginas.
    Esse me parece um irmão fofo e diferente dos outros, já quero conhecê-lo!
    A premissa da história é uma graça e concordo com você no que diz respeito ao fechamento da série, deveria ter tido um desfecho com a família reunida.
    Gostei muito de sua resenha e espero ler os outros volumes em breve!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  19. Oi, tudo bem?
    Eu sou uma dessas pessoas que não iniciam a série por conta dos 8 volumes kkkkk Eu nao tenho costume de ler romances de época e confesso que gosto mais de livros únicos,sabe? Mas cada novo comentário sobre qualquer história dessa série vou ficando mais e mais animada. Bom, esse volume tem uma premissa muito bacana, na verdade uma das que mais chama a minha atenção na série e o Gregory parece ser apaixonante, por isso fiquei ainda mais animada. Enfim, fiquei curiosa para saber como vai se desenrolar o relacionamento dos personagens, vou ver se crio coragem pra ler a serie.

    Beijos :,

    ResponderExcluir
  20. Oi Stéfani, tudo bem?
    Fiquei bem feliz em ver que você gostou muito da série e que esse último livro teve um desfecho ótimo. Estou bem curiosa para ler os livros e esse ano pretendo ler todos. Fiquei bem curiosa para conhecer os personagens e essa trama tão amada por todos!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir