14 outubro 2016

[Resenha] A Nerd e o Cafajeste - Por Valéria Reis



Título: A Nerd e o Cafajeste
Autor (a): Valéria Reis
Páginas: 240
Editora: Young
Skoob || Encontre

Sinopse: Júlia é uma menina órfã, deprimida e sem graça. Trabalha, estuda, lê, conversa com as amigas e morre de medo de praticamente tudo. Sua vida é um verdadeiro tédio, mas tudo pode mudar! Com o começo da reforma da loja em que ela trabalha, seu amor platônico - o pintor - pode estar mais perto do que deveria. Um amor lindo, perfeito e eterno surge... Só que não! Poderá Júlia amar além de seus medos? Confiar além de suas perdas? Aventurar-se além de um romance juvenil?
ALERTA! A autora deste livro não se responsabiliza por possíveis momentos de emoção, surpresa, ansiedade e curiosidade causados por este romance. Livro indicado para fortes de coração e resistentes de alma. Efeitos colaterais: Todos! 

O romance gira em torno de Julia de dezessete anos, e Jhony, com vinte e dois anos. Eles se conheceram oficialmente devido ao emprego de ambos. Julia trabalha numa loja de vestidos e após entrar em fase de reforma, Jhony foi um dos funcionários da obra, sendo pintor, pra ser mais especifica. Como Julia tem medo de se apegar a alguém devido à súbita morte de ambos seus pais, ela recusa os seus avanços diversas vezes, principalmente alguém mulherengo como o Jhony, mas o jovem é persistente e não desiste de conquistar a mocinha.

“Jhony era o tipo de cara que fazia qualquer garota enlouquecer e esse era o problema, as garotas realmente enlouqueciam por ele."

O livro é narrada em primeira pessoa e a estória é composta por duas partes, mostrando quando eles ficam juntos na adolescência e o romance na fase adulta. Ambos os personagens acabam passando por poucas e boas durante a trama.


Jhony é completamente cafajeste e infelizmente achei que algumas de suas atitudes foram realmente bem infantis, mas no geral ele é um amor, doce, super atencioso e completamente apaixonado, além de ser um motoqueiro quente.

Já Julia é aquela personagem típica medrosa, porém teve horas que ela se tornava a valentia em pessoa, e esse foi um ponto que não entendi muito bem pois demanda duas personalidades para a personagem tornando-a contraditória, mas tudo bem, não foi algo horrível de se colocar na história.

“Como a dama e o vagabundo já está sendo muito usado, com vocês vai ser diferente. A nerd e o cafajeste!"

Existem muitos personagens secundários durante a leitura como Carla, Lorena e Priscila que são as melhores amigas da Julia, onde trabalham e estudam juntas. Há também a Roberta, que foi quem adotou a Julia quando seus pais falecerem no acidente. Todos esses personagens aparecem sagradamente em praticamente todo livro, então acabou que os considerei principais pois realmente, eles aparecem MUITO e foram de extrema importância na estória. Pra mim, a que mais se destacou de longe foi a Carla, ela é engraçada, faz piada sobre tudo, não tem um pingo de vergonha em seu corpo, como também  não tem muito filtro no que sai de sua boca, impossível não adorá-la (risos).

Li o livro em e-book disponibilizado pela editora. Adorei a capa e achei que representa bem a essência da estória, fora que a cor vermelha vibrante foi o ponto alto pra mim. Internamente também está bem agradável, não encontrei erros durante a leitura o que mostra que o livro foi muito bem revisado. O modo de escrita da autora foi bem leve e informal sem palavras complexas ou linguajar mais sério.


Não posso dizer que amei o livro, pois achei a historia uma pouco atropelada, mas “Como assim atropelada?” Atropelada pois eram capítulos e cenas curtas e o romance de ambos foi extremamente rápido. O livro tem mais de duzentas páginas e senti como se tivessem cem, li extremamente rápido onde demorei nem duas horas pra finalizá-lo. Também a leitura não me prendeu muito, mas foi bem agradável para passar o tempo.

"— Foi bom, beijo só no rosto, um pouco romântico e nada de cena quente Carla! – respondi mostrando desinteresse.
— Que sem graça! – exclamou Carla, parecendo desolada."

O livro é recomendado para todas as idades, não é de teor sexual, e muito menos possuí cenas hots, pra ser bem sincera até os beijos são bem simples, então acredito que para você gosta daqueles romances mais juvenis podem adorar.


 Editora Young

Um comentário: