21 novembro 2016

[Resenha] Uma fada veio me visitar - Por Thalita Rebouças



Título: Uma fada veio me visitar
Autor (a): Thalita Rebouças
Páginas: 144
Editora: Rocco
Skoob || Encontre

Sinopse: Semana de provas e duas notas vermelhas no bimestre. Luna estava preocupada com o seu futuro, ou com o futuro dos seus fins de semana, naquela véspera de prova de matemática. A mãe já havia avisado: mais uma nota ruim e nada de festas, cinema, praia, shopping, televisão ou computador por tempo indeterminado. Os dias não estavam sendo nada fáceis para esta menina de 13-quase-14 anos, cabelos ondulados, inteligente, sensível e descolada. Mas ela não podia imaginar o que a esperava naquela noite.Depois de dar uma ajeitada no quarto e devorar números e fórmulas até o limite da exaustão, Luna caiu no sono, livro de matemática no colo. Foi então que seu sonho foi interrompido pela inusitada visita de uma fadinha espevitada que usava um vestido amarelo-ovo de bolinhas pretas, todo rodado, e um cabelo armado que a fazia parecer saída do filme Grease, nos tempos da brilhantina. Luna não acreditava em fadas, mas achava que, se elas existissem, deveriam usar vestidos brancos, longos e esvoaçantes. Com muito esforço, algumas doses de magia e diálogos impagáveis, a simpática Tatu conquista a confiança de Luna. E um mundo de descobertas incríveis tem início.A missão de Tatu, na verdade, era dar uma mãozinha a uma certa Lara Amaral, que estava prestes a passar por um grande problema, mas para isso a fada precisaria da ajuda de Luna. O problema é que a tal Lara era simplesmente a menina mais metida do colégio, e ainda por cima havia ficado com o fofo do Pedro Maia! É claro que a nota da prova de matemática estava garantida, mas foi um grande desafio para Luna deixar de lado sua implicância com a colega de turma e ajudar Tatu a cumprir a sua tarefa e quem sabe conseguir uma promoção (o mundo das fadas tem lá a sua hierarquia, e Tatu era apenas uma fada Júnior). No fim das contas, uma grande amizade estava por nascer para provar que as coisas nem sempre são como parecem e os problemas podem ser a chave para novas e enriquecedoras experiências. Luna e Lara precisaram de um empurrãozinho especial. O leitor precisa apenas se deixar levar pelo encanto deste divertido conto de fadas contemporâneo.

Era a segunda nota vermelha de Luna no bimestre, uma garota, de 13-quase-14-anos, que já estava se preparando para o castigo que sua mãe iria lhe dar, até porque, no dia seguinte seria a prova de matemática, e ela já esperava que teria sua terceira nota vermelha. Além disso, Pedro Maia, um garoto lindo e super desejado, esta namorando Lara, a qual Luna odeia e crítica, a típica patricinha esnobe, que gosta de humilhar todos que são de uma classe social inferior.

"- Que asas? Quem tem asa é anjo. E pombo. E eu não sou nada disso, eu sou uma fada. Fa-da!"

Luna esta devorando os livros de matemática e prevendo sua mãe lhe dando uma bronca por não arrumar o quarto (que ela chama de ''Casa da Luna''  por ser diferente dos dormitórios de adolescentes normais, o dela tem seu próprio talento artístico estampando as paredes) quando tem um encontro inesperado com aquela que falava em seus sonhos.

Tatu é uma fada , e odeia o fato de estar sendo ameaçado a dormir por longos anos novamente como castigo caso não cumpra com o que foi solicitado, suas escolhidas são sempre adolescentes, até ela subir de cargo. Ela não gosta da parte de se apresentar para a escolhida, e, com Luna não é diferente: A garota estranha e não aceita, já que nem asas aquela suposta fada tem, acha que tudo é um sonho e esta doida por decorar fórmulas matemáticas.

" - Não entra em pânico. Não entra em pânico. Isso é uma alucinação."

Depois de várias demonstrações, Tatu consegue provar que é uma fada, e, conta a Luna sobre a missão: Fazer com que ela comece a ser amiga de Lara para ajudá-la a passar por um momento difícil. Justamente ela! A menina que odeia fora a escolhida, e ainda aquela que exibe seu luxo para todos da escola, é claro que Luna não aceita de imediato, Lara já tem tantas amigas! Mas nem tudo é o que parece, no decorrer do livro iremos saber mais sobre Tatu, Lara, e  ver se a missão ira ser cumprida.

''Eu não acredito que você ainda tá falando! Sai do meu sonho, me deixa dormir. Fadas não existem!''




Já tive duas experiências com a Thalita Rebouças: Uma negativa e outra positiva, por isso queria ler algo dela novamente para decidir se gosto, ou não, de sua escrita mais exuberante e sem papas na linguá, e eis que esse livro me surpreendeu! Esperava algo bem mais superficial e bobo, mas a autora mostra seu potencial, e convida  todos a aproveitarem a literatura nacional.


 "  -Você de novo? Estou achando que esta apaixonada por mim, não pelo Pedro Maia!"

O livro é narrado em terceira pessoa, o que normalmente não gosto, mas nesse caso ajudou ainda mais a entendermos o que está acontecendo.Ora nos é mostrado o que Luna está passando em sua vida, ora focando na fada Tatu e as normas do universo das fadas em que vive.

Certamente esse livro tem de tudo para agradar os jovens, e por isso os temas abordados foram importantes, como a falta de comunicação entre mãe e filha, mostrando Luna lidando com sua mãe, que esta a pressionando para que a filha deixe de ser grossa e respondona, e, volte a ocupar o lugar de ''boa filha''. Eu pensei que isso seria superficial e logo esquecido, mas não, a autora mostra isso do começo ao fim, deixando sempre uma mensagem.

Também conseguimos ver a popularidade e as falsas amizades. Muitas vezes pensamos que temos vários amigos que estarão sempre ao nosso lado, mas, junto com a protagonista, aprendemos que isso pode ser passageiro. Consegui perceber que a autora quis mostrar como é ruim julgarmos alguém pela aparência, ou, pela maneira que se comportam antes de não trocar nenhuma palavra com a pessoa.


" - Que moda? Isso é moda da década de 1960! A gente está em 2007! "

Tatu é uma fada que dormiu por vários anos antes de ter Luna como escolhida para ajudá-la em uma missão, e, por causa dessa longa soneca não está sabendo das atuais gírias e costumes, chega a ser engraçado ver as palavras que ela usa, e Thalita Rebouças fez questão de nos explicar. Como por exemplo, a fada não entende os relacionamentos de hoje em dia, que segundo ela, são rápidos e estranhos, já que antigamente os casais precisavam pedir a permissão dos pais antes do primeiro beijo, tem uma cena bem legal onde ela fica assustada com a maneira com que Luna se comunica com um menino. É divertido ver ela se enturmando com a nova geração.

O universo das fadas foi algo forte, o livro é curtinho, e me surpreendi ao perceber que mesmo em poucas páginas, ele consegue nos deixar claro sobre as fadas modernas e as de contos de fadas, que apresentam muitas diferenças, principalmente quando se compara a aproximação delas com humanos e a convivência entre si, que no livro é cheio de normas, prazos e cargos.

Thalita Rebouças não mede as palavras, o que torna o livro engraçado, mas nada forçado ou exagerado. A trama é estranhamente leve, a autora soube criar as personagens perfeitas para a proposta do livro, elas adoram falar, o que transmite informações ao leitor, mas temos sempre um mini mistério quando Tatu esconde algo sobre a missão, e começa a perceber que pode estar falando até demais com a escolhida sobre as fadas.


“Eu só queria te conhecer melhor, perder a implicância que eu tenho com você. E te mostrar que para ser gente boa é só querer."

Uma fada veio me visitar é para você presentear aquela amiga que adora a Kéfera e quer saber mais da estória que inspirou o filme estrelado por ela, ou alguém que deseja começar a ler, Thalita Rebouças tem um humor super indicado para jovens que ainda não criaram o hábito da leitura, e pode emocionar os corações mais fracos com poucas páginas. Esse livro também é para os adultos que buscam uma obra leve.

A edição está linda, a capa não é a que mais me agrada, porém, faz jus ao que foi apresentado. Nesse relançamento temos uma jacket com ''O livro que inspirou o filme É Fada'' que da um charme a mais. A diagramação está bem feita e com algumas ilustrações, as páginas são brancas, o que não me agrada muito, mas no caso não fez tanta diferença. Não encontrei erros de revisão.

“Uma brasa, mora! Isso é uma gíria, ué. Não se usa mais? A última vez em que eu estive aqui ‘mora’ era supimpa!”

Por fim é livro é super indicado, consegui termina-lo em um dia, e sempre que pausava ficava com saudades e vontade de saber sempre mais o que ia acontecer, o final foi previsível, mas emocionante, infelizmente algumas mudanças tiveram que ocorrer, o que emociona os leitores. Não foi um livro 5 estrelas, mas cumpre o que promete: uma linda estória com vários ensinamentos para se ler em uma tarde. E eu gostaria de deixar registrado que adorei o fato da autora não focar no romance.



26 comentários:

  1. Olá
    Recentemente eu também fiz essa leitura e como adoro juvenis, particularmente achei uma leitura bem divertida. Também consegui finaliza-lo em um dia e não poderia recomendá-lo para quem curte algo mais descontraído e com alguns ensinamentos mesmo. Ainda não assisti ao filme, mas pretendo fazer isso em breve, gosto do trabalho da Kéfera sim, apesar de não conferir tanto seus vídeos, mas conheço bastante de seu trabalho e a admiro bastante.. Ah, e Thalita é Thalita né, puro amor, impossível não curtir um livro seu, e a Rocco está de parabéns pela edição tão fofa ♥
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Maria,
    Esse é um livro que passo longo. Gosto de livros infanto-juvenis, mas acho que o filme usou o livro como inspiração e acabou caindo no meu conceito por ter sido pessimamente produzido. Sabe aquele ditado de quem se mistura com porcos, farelos come? Foi mais ou menos isso para mim.
    O livro já me falaram que é mil vezes melhor, porém apesar das lições que podemos tirar dele, acredito que em determinado ponto será uma leitura muito boba para mim.
    Acho que existem outras obras de Thalita em que quero me aventurar e que acredito serem mais condizentes com meu gosto.

    Bjs,
    Garotas de Papel

    ResponderExcluir
  3. Olá Maria, eu achei bem interessante a pegada desse livro. Eu sempre gostei de contos de fadas, e eu tinha visto a propaganda do filme dizendo Kéfera é Fada! mas não sabia que era baseado num livro nacional. Também já tinha ouvido falar da Thalita Rebouças mas não tinha lido nenhuma resenha dos livros dela.Eu amo as gíria antigas, cresci com meu pai ouvindo jovem guarda e brasa mora estava sempre entre as musicas....Gostei bastante do fato de ela não ter focado em romance, até porque não sou a favor de jovens de 13 e 14 anos começarem a namorar....
    Bjs
    ♥♥♥ Amantes de Jane Austen ♥♥♥ | XOXO Amantes de Jane Austen no FB XOXO

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Assim que comecei a ler essa resenha, pensei que não fosse gostar do livro por ele ter aquela velha história de uma adolescente apaixonada por um menino bonitão que a despreza e tendo uma pedra no sapato sendo uma menina rica, bonita e que tem tudo o que quer.
    Mas, pelo o que vi a autora explora muito bem outros lados, como o fato de não se julgar pela aparência e a maneira como a pessoa age e isso deu um ponto positivo para mim.
    Eu gosto de leituras leves e rápidas para intercalar entre um livro e outro e acho que gostaria de ler esse.

    Beijos,
    Vitória Abdalla
    Escritora por um Acaso

    ResponderExcluir
  5. Olá. Eu amo a escrita da Thalita e agora muito mais ja que ela resolveu escrever livros com história ao invés de auto ajuda para adolescentes.Tenhi vontade de ler esse livro mesmo não gostando da Kefera kkkk Beijos

    ResponderExcluir
  6. Olá! Ainda não li nenhum livro da Thalita Rebouças, mas tenho grande curiosidade, pois sempre leio comentários positivos sobre as obras da autora, como essa resenha. Apesar de sua resenha ter mostrado que a leitura foi boa, essa obra não me chama muito a atenção. Mas obrigada pela dica! A resenha está ótima! Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Olá,

    Sempre fico com pé atrás antes de ler os livros da Thalita por achar que são juvenis demais, mas confesso que quero ver esse filme e antes pretendo realizar a leitura. Achei bem legal a autora abordar temas importante como esse da comunicação e o livro não ter sido tão superficial. Espero realizar a leitura em breve!

    http://www.virandoamor.com/

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Eu adoro a Thalita Rebouças e esse foi um dos poucos livros dela que eu ainda não li. As tramas que ela cria são sempre muito engraçadas mesmo quando insere assuntos mais sérios e relevantes e esse livro não parece ser diferente, já que você o leu super rápido e parece ter gostado bastante. Admito que não vontade de assistir a adaptação pois pelos trailers que assisti fiquei com a impressão de que não é um filme que que irá me agradar, ao contrário do livro que pode ser uma leitura bastante divertida mesmo eu não sendo o público alvo. Uma coisa que me deixou contente foi a Rocco ter mantido a capa original que pode até não ser das melhores mas ainda é melhor do que o pôster do filme.
    Beijos!
    Por Livros Incríveis

    ResponderExcluir
  9. Olá.
    Confesso que nunca li um livro da autora, mas sou muito interessada, já que gosto de livros juvenis.
    Eu achei bem legal ela abordar os temas citados, é bem importante de alguma maneira ajudar os jovens.
    E fico contente pela leitura surpreender você, pois é sempre bom.
    Resenha mara e fotos lindas.

    Beijos

    http://casinhadaliteratura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Olá!! :)

    Eu não conhecia este livro mas ainda bem que gostaste assim tanto! :) Eu não sei se lerei porque não faz nada o meu género...

    Contudo, adorei que a diagramação esteja assim tao boa! :) Para alem de que adoro quando o livro nos prende tanto que ate uma pausinha nos faz sentir saudades!! :) ahah

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Fiquei sabendo que o filme da Kéfera era baseado em um livro da Talita, mas não sabia qual era. Não sei quanto ao filme, mas o livro parece ser bem legal. No momento estou em uma fase de outros tipos de leitura e pelo visto esse livro tem uma leitura mais leve e voltada para o público adolescente, que certamente irá se identificar melhor com a personagem e pelo que ela passa.
    Adorei sua resenha e seu jeito de escrever. E principalmente seu blog! Ele é lindo!
    Parabéns!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Ola amore,
    Simplesmente amo Fadas... e a Thalita Rebouças ainda mais... então é fácil pra eu ler esse livro.
    Pelo que li de sua resenha parece se tratar de um livro um pouco juvenil, mas, ainda assim fiquei curiosa pra conhecer mais sobre essa história.
    Ahhh nacional... simplesmente amo!
    Gostei muito da reflexão de amigos... de fato... ás vezes nos decepcionamos... e estou passando por isso nesse exato momento... quase acreditando na teoria de que quanto mais conheço os seres humanos, mais prefiro os animais.

    Ahhh mais uma coisinha... Rocco sempre arrasando!

    Beijokas!!!
    www.facesdeumacapa.com.br

    ResponderExcluir
  13. Eu só li um livro da Thalita e gostei bastante, até tenho curiosidade com outros livros dela mas esse não me interessou. Eu conheci através do filme, não gosto da Kéfera mas nem foi isso que me deixou desanimada (tanto com o filme, quanto com o livro) mas sim a premissa dele, me parece girar em torno de uma trama fútil e me parece muito ter uma inversão de valores que não acho legal, ainda mais para adolescentes que seguem à risca as coisas que leem e veem nessa época. Pode até ser que o livro (e o filme, claro) tenha alguma mensagem bonita lá para o final, mas até chegar lá acho que o enredo é fraquinho. Não posso afirmar nada porque não li, mas me baseio na sua resenha e nos comentários que tenho visto por aí dos dois, livro e filme.

    ResponderExcluir
  14. Olá flor,
    Que legal que esse livro te surpreendeu! Eu li uma obra da autora e a leitura não me agradou muito, infelizmente. Fiquei mega feliz por saber que esse livro não foi superficial, como você imaginava. Achei legal abordar temas como popularidade e amizades falsas, pois é isso que encontramos muito hoje em dia.
    Vou anotar a dica e espero gostar como você.
    Beijos ♥

    ResponderExcluir
  15. Olá,
    Fico muito feliz que tenha sido uma leitura tão rápida e que ele te deixava com saudade a cada pausa.
    A premissa é bem interessante e fiquei curiosa para saber que fase difícil seria essa que Lara passaria e que precisaria da ajuda de Luna para enfrentá-la.
    É interessante saber que mesmo com uma trama simples e um tanto clichê a autora consegue abordar temas interessantes com diversão e sem ser exagerado ou forçado.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Olá, tudo bom?
    Nunca tive nenhum contato com a escrita da autora, mas, é super legal ver as temáticas abordadas pela mesma em seu livro. Fiquei bem curiosa em conhecer essa fada que está bem alheia ao nosso modo de viver e gírias e o motivo pelo qual a menina mais popular precisa da Luna para enfrentá-la.
    É muito legal livros jovens assim onde se aborda relações familiares de uma maneira não superficial, relações de amizade, esses padrões de popularidade... enfim! Tenho uma prima adolescente e acho que vai ser um ótimo presente de natal para ela.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  17. Olá =)
    Li apenas "Fiquei com um famoso" da Thalita Rebouças e gostei da escrita dela. Que bom que com esse terceiro livro você se surpreendeu. Também não sou muito fã de escrita em terceira pessoa porém esse tipo de escrita dá uma visão maior da história. Gostei de saber que autora não foca muito no romance e fala sobre fadas modernas e as de contos de fadas. Não sabia que esse livro tinha inspirado o filme "É Fada". Adorei conhecer o livro, sua resenha além de me apresentar ele me deixo muito empolgada para ler. Beijos'

    ResponderExcluir
  18. Oi, Maria

    Essa edição é fofa! Estava procurando um presente de aniversário para minha sobrinha e cheguei a pegar esse livro, mas acabei optando por um do Harry Potter, pois ela ainda não tem todos.
    Eu não faço mais leituras no estilo, não me identifico mais com os dramas e as histórias tornam-se bobinhas para mim. Mas admiro a habilidade que a Thalita tem de falar com os mais jovens.
    E eu só soube que era esse livro que tinha inspirado o filme quando eu fui na livraria e vi a publicidade! hahaha

    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Não li nada da Thalita ainda, mas tenho muita curiosidade. Este enredo parece bem engraçado, fiquei imaginando a fada, suas características por si só já são engraçadas. Gostei de ver os temas abordados no enredo, ainda mais por conta de seu público alvo.
    Bjs

    ResponderExcluir
  20. Oi, tudo bem?
    Ilha por mais empolgação que você colocou na sua resenha para falar sobre esse Livro eu não senti s mínima vontade de ler e achei uma história nem juvenil. Não tinha ideia que o livro é fada com a Kefera era baseado em um livro da Talita Rebouças mas também não gosto da Kefera e por isso decidi não assistir o filme.
    Vou deixar a dica passar dessa vez.
    Bjs

    ResponderExcluir
  21. Oieee, tudo bem???Não conheço nada da autora mas que bom que essa leitura te permitiu chegar a uma conclusão sobre o trabalho dela! A princípio achei que fosse uma leitura bem teen (e de fato é), mas aborda temas bem interessantes né? Acredito que por ser um livro voltado para o público adolescente deve ter uma linguagem bem fluida. Bjosssss

    http://porredelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  22. Olá Maria Fernanda,
    eu li dois livros da Talita Rebouças, assim como vc tive duas experiências, gostei muito do "Fala Sério, Pai!", já o outro nem lembro o nome rsrs
    É bom saber que esse livro é bom, sua resenha me fez querer comprá-lo para uma sobrinha. Acho que ela vai gostar.
    Vlw a dica.

    Beijos,
    Anne
    Fadas Literárias

    ResponderExcluir
  23. Oie
    Tudo bem?
    Então eu tinha 4 livros da Thalita na estante, nunca li nenhum acabei doando pra minha prima que ama a autora. Acho que é bem como você disse ela escreve pra adolescente já sabia que o filme da Kefera foi baseado em um livro só não sabia que era esse.
    Amei a resenha
    Bju
    Mary Reis

    ResponderExcluir
  24. Olá!
    Eu não conhecia esse livro, apesar de conhecer a Thalita Rebouças.
    Não é um livro que eu vá ler, mas como você disse é uma ótima indicação para adolescentes.
    A minha irmã não é fã da Kéfera, mas ama os livros da Paula Pimenta, então acredito que irá gostar desse livro.
    Parabéns pela resenha e obrigada pela dica ;)

    ResponderExcluir
  25. Oi Maria, tudo bem?
    Essa é a segunda resenha que vejo desse livro e fiquei bem curiosa, ainda mais que se trata de um livro mais juvenil, bom saber que tem uma leitura gostosa e fácil de fazer. Adorei sua resenha, e eu nunca li nada da autora, acredito que seria uma boa começar por esse livro.

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  26. Olá!
    Estou chocada com o fato do livro ser baseado no filme da Kefera. Confesso que livros em 3 pessoa eu não gosto muito, mas como você disse que influência para o lado positivo. Eu lerei ele!

    ResponderExcluir