19 janeiro 2017

[Resenha] Harry Potter e a criança amaldiçoada - Por J.K Rowling



Título: Harry Potter e a criança amaldiçoada
Autor (a): J.K Rowling
Páginas: 352
Editora: Rocco
Skoob || Encontre

Sinopse: Sempre foi difícil ser Harry Potter e não é mais fácil agora que ele é um sobrecarregado funcionário do Ministério da Magia,marido e pai de três crianças em idade escolar. Enquanto Harry lida com um passado que se recusa a ficar para trás, seu filho mais novo, Alvo, deve lutar com o peso de um legado de família que ele nunca quis. À medida que passado e presente se fundem de forma ameaçadora, ambos, pai e filho, aprendem uma incômoda verdade: às vezes as trevas vêm de lugares inesperados.
Ansiosamente aguardado por milhões de fãs, o oitavo livro da saga de maior sucesso de todos os tempos chega às livrarias de todo o Brasil no dia 31 de outubro, em edições brochura e capa dura. Harry Potter e a criança amaldiçoada é a edição impressa do roteiro de ensaio da peça escrita por J.K. Rowling em parceria com Jack Thorne e John Tiffany, que está em cartaz em Londres e sepassa 19 anos após os acontecimentos narrados em Harry Potter e as Relíquias da Morte.

Dezenove anos se passaram desde que Harry derrotou Voldemort na batalha de Hogwarts. Agora Harry tem uma linda família constituída por Gina, e seus três filhos, Tiago, Alvo e Lilian, e ainda conta com a amizade inquebrável de Rony e Hermione.

Sendo Diretor de Execução das Leis da Magia, Harry acabou por ter pouco tempo com sua família, e quem mais sofreu com isso foi Alvo. Eles não conseguem ter uma relação de pai e filho, e as coisas pioram quando Alvo vai para Hogwarts. Todos esperam que ele seja parecido com o pai, e quando o Chapéu Seletor o manda para Sonserina, Alvo percebe que Hogwarts não será nada parecido com o que fora para Harry.

"ESCÓPIO: Achou realmente que ela viria para nós? Os Potters não pertencem à Sonserina.
ALVO: Este aqui sim.
Eu não escolhi, entenderam? Não escolhi ser filho dele."

Logo de cara todos o consideram traidor dos Potter e o excluem por estar na Sonserina. Mas nem tudo é ruim, Alvo conta com a amizade de Escórpio Malfoy como melhor amigo, o que é claro, não melhora em nada sua popularidade já que todos acreditam que Escópio é filho de Voldemort. Toda exclusão e julgamentos que Alvo sente diariamente, fazem com que se afaste ainda mais do seu pai, e ainda, odiar ser seu filho. Apôs alguns anos em Hogwarts, Alvo sente que chegou a hora de todos verem que ele é melhor.

Depois da batalha todos os vira-tempos foram destruídos pelo ministério da magia, mas recentemente Harry confiscou um, e, Amos Diggory, pai de Cedrico, vai em busca de Harry para convencê-lo a usa-lo e salvar Cedrico. Harry se recusa pois o passado não pode ser mudado, porém Alvo escuta toda a conversa e pensa que se seu pai não salvará Cedrico, então ele salvará. Alvo provará para todos que Harry é uma farsa.

"ALVO: Amigo, agora que temos isto (...) nossa jornada está só começando.
ESCÓRPIO: Só está começando e já quase nos matou. Ótimo. Vai ser ótimo."

Com a ajuda de Escópio, Alvo rouba o vira-tempo e volta ao dia do Torneio Tribruxo para mudar as coisas, mas cada vez que os dois viajam ao passado as coisas ficavam diferentes. Mexer com o tempo afetou o futuro, e pior, algumas pessoas que antes eles conheciam, não existem mais. Será as Alvo e Escórpio conseguirão concertar aquilo que a muito tempo fora quebrado?





Nostalgia! Esse é o sentimento que tive ao ler Harry Potter e a criança amaldiçoada. Cresci lendo as estórias então fiquei muito empolgada quando anunciaram que teria uma "continuação". Lógico que seria algo diferente pois é o roteiro da peça feito pela J.K em parceria com os produtores, mas mesmo assim, o universo está ali, e mais uma vez me vi nos corredores de Hogwarts. Mas já alerto a quem for ler, não leia pensando que é uma continuação, pois não é. Tem coisas que não parecem nada com o que conhecemos, e algumas atitudes dos personagens, sabemos que jamais seriam tomadas, mas mesmo com os pontos negativos o saldo final é positivo.


Acho que a primeira coisa que vocês devem saber ao ler o livro é que a estória é bem ligeira e não possuí descrições extensas, basicamente são só diálogos e explicações dos cenários. A segunda coisa é que o Alvo é extremamente chato! Ele se sente injustiçado por ser um Potter e viver sobre as expectativas que as pessoas colocaram nele. Mas o que mais me incomodou nele foi a falta de crescimento. Ele é birrento por vários anos seguidos e parecia que só piorava. Entendo mesmo a posição em que estava, o que eu não entendia era porque ele simplesmente escolheu se fechar em si e descontar em todos que o amavam.


Já Escórpio foi uma verdadeira surpresa. Ele é esperto, companheiro e tem razões reais para se sentir injustiçado, mas não o faz. Teve até alguns momentos em que ele parecia ser o filho do Harry, pois se parecia bastante com ele no passado. Outra personagem que quero destacar é a Rosa, filha do Rony e da Hermione. Nunca, nem em outra vida, eles teriam uma filha assim. Rosa é mimada, oportunista e interesseira. Logo nas primeiras páginas vemos ela falando para o Alvo que por eles serem filhos de quem são, podem escolher com quem querem se relacionar (lembram de alguém?), e assim que Alvo vai para Sonserina ela o despreza assim como todos. Não imagino mesmo o casal criando uma filha dessa forma, e confesso que me incomodou muito nesse aspecto.


Ver Harry, Rony e Hermione juntos novamente é nostálgico, ainda mais quando sabemos que estão bem em suas vidas. Achei a construção adulta deles bem legal, mas teve algumas atitudes que eles nunca tomariam, como o Harry gritar com a Minerva, ou o Rony parecer um aqueles tios bobão que só fala besteira em festas de família. Mas no geral eles continuaram amigos, companheiros, e propícios para enfrentar qualquer situação que aparecesse. Mas o que mais me encantou foram os cenários. Vemos vários lugares especiais em Hogwarts e a emoção do Torneio Tribuxo. Toda vez que Alvo e Escórpio faziam algo eu fica desesperada com as consequências no futuro. Teve até um universo paralelo em que Voldemort venceu e foi terrível como o mundo ficou.


Várias pessoas falaram que a estória não parece que foi escrita pela J.K, e eu discordo completamente. Se ignorarmos algumas atitudes do personagens, fica nítido que o enredo do livro foi pensado por ela. Teve aquele ritmo frenético e bem alinhado que só ela consegue trazer, e quando terminei de ler tive certeza que tudo aquilo era Harry Potter. O que os fãs precisam levar em consideração é que as coisas foram adaptadas para algo comercial e vendável, assim como nos filmes, a diferença é que nos filmes nós já sabíamos a estória.


Mas vamos falar do exemplar físico. Eu tive oportunidade de ver a versão inglês e comparar com a brasileira, e gente, a Editora Rocco arrasou! Segue o mesmo padrão da original, com a mesma capa, mesmo diagramação, e ainda com os mesmo detalhes. A edição de capa dura ficou sensacional e assim que vi tive que comprar, mas em nada a edição em brochura deixa a desejar, ambas são de muitíssima qualidade.


Enfim, pode até parecer que eu não gostei do livro, mas gostei sim, e muito! Só acho importante destacar os pontos negativos para vocês pois é bom sabê-los antes de ler e pensar que a estória será igual ao que estamos acostumado. Mas mesmo com os defeitos o livro é muito bom, trás o sentimento gostoso de reconhecimento e amor que só a série consegue despertar. Vale muito a pena ler, e recomendo muito para todos os fã, ou até para aqueles que só assistiram os filmes.




21 comentários:

  1. Oie! Tudo bem? Amei seus Funko Pop *--* Estou louca para começar minha coleção deles, e sobre o livro estou fugindo de resenhas, spoiler, comentários tudo que envolve esse livro novo, já li tanta resenha negativa e positiva, que resolvi não ler mais nada sobre e tirar minhas próprias conclusões na hora certa! Mas espero que a leitura tenha lhe agradado!
    Bjss

    ResponderExcluir
  2. Acho que o sentimento nostalgia é o que predominou todos os leitores que leram este enredo. Independente de terem gostado ou não, a saudade esteve presente. Ainda estou no sexto livro da saga, mas a leitura desta peça é certa e reta e espero poder apreciar, tanto quanto estou apreciando a leitura dos livros tradicionais.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oi!, Stéfani!
    Que funkos lindos!!!
    Acho tão lindo quando vejo um leitor ter crescido lendo os livros de Harry Potter. Uma pena que para mim não foi assim. :/
    Achei que o livro era no tempo de apenas um ano, assim como os outros livros da série.
    Não sei se eu leria esse livro, pois se tem um personagem chato, ainda mais o protagonista, eu iria apenas ficar irritada e não aproveitar a leitura. Ainda assim, obrigada pela dica e esclarecer alguns pontos. :)
    Beijão!
    http://www.lagarota.com.br/
    http://www.asmeninasqueleemlivros.com/

    ResponderExcluir
  4. Realmente é um sentimento de nostalgia que é ler esse livro!
    Algumas atitudes dos personagens me irritaram bastante, mas só de poder ler algo do universo me fez muito feliz!
    Realmente, a edição da Rocco tá maravilhosa, como sempre!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  5. Concordo contigo, a Rocco mandou bem demais na edição, tanto a brochura quanto a capa dura, ficou sensacional! Muita gente criticou porque achou que seria uma história, quando na real é uma peça, se soubermos analisar, veremos quão positiva a obra é.

    ResponderExcluir
  6. Olá!! :)

    Eu adoro HP!!! Estou so a terminar a coleção principal e quero ler esse mal acabe (já tenho inclusive!)...

    Que bom que gostaste mas acho uma pena que mesmo parecendo que foi ela a escrever existem inconsistências com os personagens... e tenho medo de não gostar por ser guião mesmo...

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Stéfani, tudo bem?
    Eu ainda não li os livros da saga e nem assisti aos filmes direito, então por esse motivo li somente as suas impressões para não pegar (mais) spoilers, pois pretendo ler os livros um dia. Como se trata de uma peça, já imaginava mesmo que esse livro não iria ficar parecido com o dos outros, e é uma pena que algumas características dos personagens sofreram alterações. Mas ainda assim, creio que vale muito a pena para os fãs conferirem e não duvido mesmo que a Rocco tenha caprichado na diagramação.

    Beijos! ♥

    ResponderExcluir
  8. Oi, Stéfani

    Sua resenha ficou ótima, mas definitivamente não sinto a mínima vontade de ler este livro. Não consigo aceitar a personalidade do Alvo, não consigo juntar esse menino aquele que aparece no final de HP7 falando pro pai que estava com medo de ir para a Sonserina e com o pai apoiando ele. Teve muito mais dedo dos produtores do que da JK, não tenho dúvida. Por isso prefiro ficar com a história dos livros anteriores na cabeça, até mesmo porque a grande maioria nem está curtindo... e dei uma olhada nele na livraria e esse negócio de ser em forma de roteiro é bem estranho. Então eu passo.

    Beijo

    ResponderExcluir
  9. Eu nunca li nenhum livro da saga harry potter e não tenho interesse, mas ja assisti alguns filmes e alguns como a câmara secreta e o calice de fogo eu gostei muito, acho que se saisse adaptaçâo desse livro eu assistiria mas a leitura eu passo

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bom?
    Esse livro entrou para minha meta de leitura de 2017 e confesso que a cada resenha que leio fico mais curiosa para conferir a história! Confesso que não imaginaria mesmo uma filha de Rony e Hermione com as características citadas acima, mas, que sempre imaginei que o Rony seria o "tio do pavê ou pracome", aaa, isso sempre se passou pela minha cabeça! haha Enfim!Estou louca para ler este livro, mesmo com todas as ressalvas feitas e espero gostar tanto quanto você!!


    Beijos!!
    http://entrelivrosepersonagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Desde que eu fiquei sabendo do lançamento desse livro eu fiquei ansiosa para ler, mas até agora não pude fazê-lo. Acredito que por ser em formato de peça não de para explorar e nem desenvolver tanto os personagens, mas acredito que o jeito que o Alvo tratou a situação não foi nada boa e que ele poderia ter sido mais maduro ou tentado lidar de outra forma. Mas acho que mesmo assim é válido para retornar a esse mundo de magia e com toda a certeza estou curiosa para ver se eles conseguirão consertar o que estragaram!
    Um beijo
    www.brookebells.com

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bem por aí?

    Eu quero muito ler essa história... eu sempre quis que um novo livro com o HP fosse lançado. Não foi escrito pela J.K., mas tá valendo, não é? Eu já vi algumas críticas de fãs dizendo que se decepcionaram, mas as críticas positivas estão em maior quantidade. É sempre bom destacar todos os pontos, negativos e positivos, como você fez. Parabéns pela resenha, ficou ótima!

    Abraços.
    www.acampamentodaleitura.com

    ResponderExcluir
  13. Ler sua resenha me deixou nostálgica como foi ler o livro. Eu também concordo que esse livro foi pensado por ela, mas não penso que tem algumas atitudes estranhas não. Tá. Harry gritando com Minerva é uma coisa do tipo nunca mas do resto até que foi. Eu amei esse livro, foi matar as saudades desses 3 e me apaixonei pelo Escórpio. Meu Malfoy preferido. Beijos

    ResponderExcluir
  14. Oi, tudo bem? Ainda não li nada de Harry Potter, então esse oitavo livro tão esperado ainda vai demorar para ser lido por mim. Vi algumas críticas negativas em relação a este livro, mas pelo visto há pontos positivos também. Apesar de não ter conhecimento sobre esse universo, fiquei bem chateada com Alvo e Rosa como personagens com personalidades tão ruins de engolir. Enfim, espero ler esse ano ainda a saga e chegar até esse oitavo livro. Beijos.

    ResponderExcluir
  15. Olá, estou com esse livro aqui em casa doida para ler mas com certo receio, mas como você disse temos que ter em mente que não é uma continuação. Depois da sua resenha vai ser o próximo livro que vou pegar para ler. Adorei a sua resenha.

    Beijos
    http://floraliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Olá,
    Já tive o prazer de acompanhar algumas outras resenhas sobre a obra e a grande maioria destaca o mesmo sentimento ao fazer a leitura: nostalgia.
    Confesso que ainda não li nenhuma das obras que envolvem o bruxinho e seu universo, mas tenho vontade no futuro.
    Adorei saber suas impressões.

    LEITURA DESCONTROLADA

    ResponderExcluir
  17. Oii, tudo bem?
    Eu confesso que não sou uma das maiores fãs de Harry Potter, mas eu gosto da historia, e confesso que depois da sua resenha fiquei bem curiosa para descobrir o final que levou essas viagens doidas que o Alvo e o Ecorpio. Com certeza está na minha listinha.

    ResponderExcluir
  18. Apesar de amar a série de livros, não me animei muito a ler este.

    Ainda mais por não ser um livro em si, mas sim uma peça de teatro que tem todas as falhas de um ser simplesmente um roteiro: sem aprofundar em personagens, sem emoções. Isso realmente me desanima a lê-lo.

    Apesar da história parecer fascinante com todos esses futuros em nossa mão... Bem que poderia ter um livro mesmo, né?

    Abraços!
    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  19. Ola..
    Menina... eu to ansiosa para ler esse livro. Cresci lendo HP e quando soube do lançamento desse livro simplesmente pirei.
    Agora a cada resenha que eu leio a necessidade de ler o mesmo cresce ainda mais em mim.

    beijos
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  20. Oie
    Tudo bom?
    Nossa sua resenha está maravilhosa.
    Sinto informar que só por ela já fiquei com raiva de Alvo.. Hehehe
    Mas como a curiosidade é maior quero conhecer melhor o Harry e seus amigos nessa fase e como tudo será solucionado.
    Beijos

    ResponderExcluir
  21. Sou apaixonada pelos livros da saca do Harry potter. Esse em especial porque dá aos fãs uma sensação de saudade. Fiquei pensando na leitura da resenha: será que vai haver um filme? E, sim, Eu concordo, há alguns buracos, mas no geral o saldo é sim positico. Fiquei apaixonada pelas fotos com os seus Funkos!
    Beijos

    ResponderExcluir