09 janeiro 2017

[Resenha] Novembro, nove - Por Colleen Hoover



Título: Novembro. nove
Autor (a): Colleen Hoover
Páginas: 352
Editora: Galera Record
Skoob || Encontre

Sinopse: Autora número 1 da lista do New York Times retorna com uma história de amor inesquecível entre um aspirante a escritor e sua musa improvável.
Fallon conhece Ben, um aspirante a escritor, bem no dia da sua mudança de Los Angeles para Nova York. A química instantânea entre os dois faz com que passem o dia inteiro juntos – a vida atribulada de Fallon se torna uma grande inspiração para o romance que Ben pretende escrever. A mudança de Fallon é inevitável, mas eles prometem se encontrar todo ano, sempre no mesmo dia. Até que Fallon começa a suspeitar que o conto de fadas do qual faz parte pode ser uma fabricação de Ben em nome do enredo perfeito. Será que o relacionamento de Ben com Fallon, e o livro que nasce dele, pode ser considerado uma história de amor mesmo se terminar em corações partidos?

"Nem mesmo sei o que responder. O homem tem absolutamente zero remorso. Tanto odeio quanto invejo isso. De certo modo, queria ser mais parecida com ele e menos com minha mãe. Ele não se importa com os próprios defeitos, enquanto os meus são o foco da minha vida. Meus defeitos são o que me faz acordar de manhã e o que me deixa acordada toda noite."

Fallon O'Neil era filha de um ator famoso, e aos dezesseis anos já seguia os passos do pai, tendo se tornado atriz de uma série de sucesso, após treinar para a carreira por toda a vida. Porém, em uma noite em que resolveu dormir na casa do pai, uma tragédia acontece, deixando a garota marcada para sempre. Após dois anos, ela ainda é abalada pela tragédia e toda a sua carreira acabou, e Fallon não encontra mais possibilidades para si em Los Angeles, e então resolve se mudar para Nova York, a fim de conseguir uma nova vida para si. Porém, no dia em que deveria viajar, nove de novembro, dia em que também é aniversário da tragédia que ocorreu em sua vida, ela marca um último encontro com o pai em um restaurante, a fim de informá-lo da mudança e para se despedir, mas a relação entre ambos não é fácil, e eles embarcam em mais desentendimentos, até que repentinamente surge Ben, um aspirante a escritor que aparece para salvar Fallon de uma situação constrangedora.

"Porque ela é a única que me faz estremecer assim? Ela suspira em meu pescoço e quase a afasto porque, droga, isso é demais. Não sei ao certo o que mais me incomoda. O fato de que parecemos ter recomeçado bem de onde paramos ano passado, ou o fato de que ano passado não foi um mero acaso. Para ser sincero, de algum modo acho que é a última hipótese. Porque, neste ano que passou, foi um inferno passar cada minuto do dia com ela na cabeça, sem saber se a veria de novo. E agora que sei que ela está comprometida com esse meu plano idiota de nos encontrarmos uma vez por ano, prevejo outro longo ano de agonia pela frente.
Já estou com medo do segundo em que ela se for, e Fallon acabou de chegar."

Inicialmente, Fallon não entende por que Ben se aproximou dela no momento em que ela mais precisava, porém, a medida que o dia nove de novembro vai passando e os dois vão se conhecendo, percebem uma grande afinidade entre si, mas Fallon é bastante insegura, e sabe que também precisa ir para Nova York atrás de seus sonhos, e tem como convicção pessoal não namorar antes dos 23 anos. Com todas essas motivações, a garota se despede de Ben, mas ambos, querendo se reencontrar em algum dia na vida, prometem se encontrar em todo nove de novembro, por cinco anos, e a partir disso, bem escreveria um romance baseado nos encontros dos dois. Combinado isso, cada um segue seu caminho e no próximo ano, na data marcada estão juntos novamente, mesmo com todas as diferenças que surgem em suas vidas no correr dos anos.

"Coloque a culpa no fato de que sou péssima para romances, mas eu estava convencida de que quanto maior o gesto, maior o amor. Algumas das minhas cenas preferidas dos livros que li são aqueles pontos cruciais no arco da história, quando o cara declara seu amor pela garota de forma grandiosa. Mas, pelo que sinto com este pequeno beijo de Ben, acho que andei negligenciando as melhores partes dos romances. Talvez os gestos grandiosos não importem tanto quanto todas as coisas irrelevantes entre os dois personagens principais."

Nessa história belíssima, com personagens feridos e cativantes, e uma narração que prende o leitor, acompanhamos o surgimento do amor, da superação e os obstáculos que surgem para deixar corações partidos e para quebrar convicções, ao mesmo tempo em que descobrimos, junto com os personagens, que nem tudo é o que parece e que a reconstrução as vezes é possível.

"Se eu pudesse congelar este momento, aproveitaria ao máximo para observá-lo. Passaria os dedos pelos lábios dele para descobrir se realmente são tão suaves quanto as palavras que saem dali. Seguraria suas mãos e roçaria os polegares nas suas palmas para descobrir se realmente seriam capazes de acariciar as cicatrizes pelas quais foram responsáveis. Passaria os braços em volta dele e ficaria na ponta dos pés para sussurrar em seu ouvido: “Por que você não me contou que a base na qual me ensinou a ficar de pé é de areia movediça?”




Novembro, nove, foi uma grata surpresa nesse início de ano. Eu vinha acompanhando muitos comentários a respeito dele, tanto positivos quanto negativos, e estava curiosa para conferi-lo, mas não tinha muitas expectativas, até porque não sou fascinada pela autora como boa parte dos leitores, pois ainda não li tantas obras dela, e assim que comecei, encontrei um enredo que me prendeu, mas que ao mesmo tempo era um pouco morno, mas à medida que fui evoluindo na história e conhecendo a vida dos personagens, fui cativada a ponto de não conseguir mais deixar o livro de lado, e fiquei horas lendo para descobrir o que aconteceria, e confesso que fui muito surpreendida com cada trama, e com o que havia por traz da vida de cada personagem, e ao final tive certeza de que achei o livro muito bom e que o adorei.


Um dos pontos mais positivos para mim foi o fato de ser um New adulte com personagens bastante maduros, pois eu gosto desses livros mas sempre me incomoda as atitudes dos personagens, e aqui temos pessoas que ganharam essa maturidade bastante cedo devido aos acontecimentos da vida, então não encontramos nada de birras ou personagens com atitudes irritantes. Além disso, o livro não tem partes sensuais muito exageradas, que boa parte dos new adultes possuem, é uma história normal nesse sentido e os protagonistas na maior parte do tempo procuram ter um romance mais calmo. Ainda, achei surpreendente toda a forma como a história foi construída, e o fato de a autora ir revelando os segredos aos poucos, sem deixar pistas e sem ser previsível, o que me fez durante a leitura ficar surpresa por diversas vezes e me fez sentir uma diversidade de emoções, e em alguns momentos sorri com o humor dos personagens, e em outros senti raiva e até me emocionei.


Particularmente, não encontro pontos negativos a destacar, mas sei que alguns leitores se incomodaram bastante com o fato de os encontros dos personagens serem apenas uma vez por ano, pois isso fica em um tom pouco realista, e isso pode fazer com que alguns leitores não criem uma afetividade natural com os personagens.


Em relação aos protagonistas, Ben e Fallon, achei ambos extremamente bem construídos, e principalmente Fallon foi uma menina que me chamou muita atenção, devido ao tom de realidade que a autora deu a ela, criando uma personagem traumatizada, insegura, mas que consegue superar os problemas. Já Ben, é um personagem bastante romântico e gostei do modo como ele foi construído e de suas motivações por traz de algumas ações, que foram reveladas apenas no final. Quanto aos personagens secundários, nenhum me chamou atenção especial, pois o foco maior é realmente nos protagonistas, mas gostei também do modo como foram colocados na trama.


O livro é dividido em poucos capítulos, e é narrado na visão de Fallon, na de Ben e também temos acesso aos capítulos do romance que bem começa a escrever, tudo em primeira pessoa. Minha leitura foi rápida, por a escrita ser bastante fluida, e no ebook não encontrei erros.


É fato que o livro tem alguns clichês por ser um romance e por ser um new adult, mas no geral é uma ótima história, e para quem gosta de acompanhar o gênero recomendo a leitura, pois contém elementos leves de drama, romance,  humor e nos faz sentir inseridos na trama e deixa um gostinho imenso de "quero mais".

29 comentários:

  1. Olá
    Novembro, 9 está na minha lista de melhores leituras do ano passado e sou bem suspeita de comentar, porque eu amei todos os detalhes, assim como sempre amo as tramas da Colleen Hoover. Os protagonistas são bem carismáticos e é ótimo poder acompanhar seus pontos de vista. Adorei poder conferir suas impressões e as fotos ficaram ótimas!
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Oi, Tamara. Amo a CoHo mas estava com medo de ler esse livro justamente pelos pontos negativos que já ouvi falar. Eu sou romântica e não espero nada menos que romantismo nessa obra, então fico sempre me perguntando se os dois vão ficar juntos mesmo após os segredos de Ben serem revelados. Sinceramente espero que sim.
    Beijo! Leitora Encantada

    ResponderExcluir
  3. Olá
    Encontrar personagens bem maduros e desenvolvidos ultimamente tem sido bem difícil para mim. E esse livro tem recebido vários elogios por isso, é tmbm pela ótima escrita da autora. Eu tenho muita vontade de ler esse livro, e está nos meus desejados desde seu lançamento aqui. Adorei a resenha, espero amar tanto quanto você. Até mais ver
    Bjks

    ResponderExcluir
  4. Oie! Tudo bem? Todos me falam muito bem dos livros dessa autora, mas nunca cheguei a ler nenhum, mas depois de ler a sua resenha e de notar que o livro é composto por personagens bem construídos e maduros, acredito que eu dê uma chance para o livro sim!
    BJss http://resenhasteen.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Acho que nenhum livro foge de clichês, sempre vai ter algum. O que importa é como o autor desenvolve toda a história e se é cativante. Pelo que eu conheço da Coollen, ela é uma excelente autora e que sabe bem o que tá fazendo. Sou louca para ler esse livro em questão, principalmente porque não tenho costume de ler new adults.

    Um abraço!
    Parágrafos & Travessões

    ResponderExcluir
  6. Oi Tamy!!! Adorei a sua resenha e gostei muito de saber que assim como eu você também gostou dos personagens, dá maneira que a trama é desenvolvida de maneira madura sem apelação. Sou sua Fã!!! Amo as suas resenhas

    ResponderExcluir
  7. Oi Tamara, eu amo a Colleen e seus livros são sempre os meus queridinhos, mas confesso que tive um problema sério com o final deste livro. Eu realmente acredito que o responsável pelo incêndio que causou as queimaduras na protagonista, deveria ter sido preso. O fato deles se encontrarem apenas uma vez por ano, foi interessante e original, mas realmente o final, não conseguiu me convencer.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Olá!!

    Eu já vi outras resenhas desse livro da Colleen, e também o blogueiro tinha amado assim como vc. Espero muito ter a oportunidade de poder conhecer os livros dessa autora. Você explorou muito bem em sua resenhas, personagens, enredo gostei bastante!

    Abraços

    ResponderExcluir
  9. Oi, CoHo é uma das minhas autoras preferidas, dos livros que já li ainda não me decepcionei. Comprei esse livro, mas ainda não li. Gostei das suas impressões, principalmente sobre a maturidade dos personagens. Espero conseguir ler em breve. Bjs

    ResponderExcluir
  10. Oie...
    Adorei conhecer suas impressões a respeito desse mega sucesso! Tenho esse livro em minha estante, e não vejo a hora de devora lo rsrs...
    Achei bastante importante os protagonista serem maduros, pois, não existe nada pior do que personagens irresponsáveis.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Não gosto do gênero, mas deu vontade de conferir só por você ter dito que ele é diferentes dos outros gêneros no quesito cenas sexuais exageradas e a maturidade que também me incomodam. Sobre eles se encontrarem apenas uma vez no ano, se for bem escrito, não me incomoda. E pelo que ouço falar da escrita da Colleen, devo amar!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  12. Olá, ótima resenha. Eu ainda não li nada da Colleen Hoover, e não sei se começaria por Novembro, nove. Achei bem interessante a ideia de os protagonistas só se encontrarem uma vez por ano, fiquei curiosa para ver como a relação dos dois vai se desenvolver assim. Pela sua resenha, os personagens parecem legais, mas não me parece o romance mais empolgante da autora, ainda que seja bom.

    ResponderExcluir
  13. Olá, tudo bem??

    Li esse livro ano passado. Amo os livros da Colleen Hoover, então, com esse não poderia ser diferente. Adorei o livro, adorei os personagens, a narrativa. Não entrou para a lista de favoritos, mas gostei muito dele.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  14. Oieee
    Tudo bom?
    Tenho uma curiosidade absurda em ler esse livro, assim como você achei meio estranha a ideia deles se verem só uma vez ao ano, mas mesmo assim estou curiosa com a história, ainda mais pra saber o que aconteceu com ele nesse fatidico dia.
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Oi!
    Estou bem curiosa para ler esse livro, mas tem algumas coisas que sei que vai me incomodar um pouco como a forma como o pai da Fallon parece tratar ela. A questão dos encontros acontecerem uma vez ao ano não me incomoda muito não.
    Gostei das suas impressões e fiquei contente por você não ter encontrado pontoa negativos.
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Oie!!!
    Este livro está realmente dando o que falar. Já resenhamos ele no nosso blog e na época a Edna também leu na versão digital e amou a estória!
    Essa autora possui muitos fãs e tenho notado pelas resenhas que tenho lido que este é um daqueles livros que ou você ama ou não. E eu gostei muito da análise que você fez em sua resenha destacando pontos positivos e negativos da narrativa e no final danfo sia opinião!
    Mil Bjinhos ;)
    Elaine M. Escovedo
    Caminhando Emtre Livros
    Http://www.caminhandoentrelivros.com.br

    ResponderExcluir
  17. Oi oi Tamara,
    Que sorte a sua ler Novembro,9. Ainda não li esta obra, mas pretendo em breve. Fico com um pouco de receio para falar da obra, já que estou com 4 livros da autora na estante e não toquei em nenhum., ainda... Sério!
    Você acabou de me convencer a ler esse livro! Já havia visto algumas resenhas sobre ele, mas sempre protelei a leitura. Adorei a resenha, e pude ver que gostou bastante da escrita, enredo e do cenário claro.

    Beijoss, Enjoy Books

    ResponderExcluir
  18. Olá!
    Eu só vejo resenhas positivas sobre esse livro, nunca tinha visto alguém falar sobre essa questão deles se encontrarem uma vez por ano, lógico que foge dá realidade, mas é uma ficção e acho que essa foi a ideia da autora. Eu quero muito ler alguma coisa da Colleen é esse livro é o que mais desejo ler. Adorei a resenha.
    Beijos,
    Nay
    Traveling Between Pages

    ResponderExcluir
  19. Li outras resenhas já desse livro.

    Da Colleen Hoover até hoje só li o Ugly love, que gostei bastante.

    Novembro, 9 me atraiu bastante pela capa e nem tanto pela sinopse, mas as resenhas foram positivas e mostraram que a história é melhor que a sinopse.

    Gostei de suas impressões a respeito, mostra as partes positivas que me instigaram a ler esse livro!

    Abraços!
    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  20. Olá!!
    Confesso que tenho um pé atrás com essa autora..só li uma livro dela e não achei lá essas coisas,mesmo vendo vários comentários positivos com relação a 9 de Novembro ainda estou na dúvida. Só fiquei meio curiosa pra saber que tágedia foi esse que se abateu sobre Fallon,coloquei ele na lista (mesmo com o pé trás) mas sei que não vai ser uma leitura pra agora :) Espero ler daqui pro final do ano =P

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Quando falo em CoHo eu sempre tenho expectativas altas e é talvez isso que me faz ler quando o livro sai um pouco de foco porque aí as exigências são menores. Amei a resenha. Beijos

    ResponderExcluir
  22. Olá! A opinião sobre um mesmo livro pode realmente várias bastante. Que bom que você foi surpreendida pelo livro e encontro logo de cara um enrendo que te prende. Saber que não tem nada de birras ou personagens com atitudes irritantes me conquisto já. Haha' Que bom que os personagens são bem construídos, isso faz toda diferença. Ter visão de diferentes personagens é interessante. Que bom que a leitura é bastante fluida. Bela resenha! Já anotei a dica. Beijos'

    ResponderExcluir
  23. Oi Tamara.

    Assim como você, não tive muito contato com a escrita da Colleen, na verdade, li apenas O Lado Feio do Amor e confesso pra você que eu me apaixonei pela a autora de tal modo que esse livro está na minha lista de desejados desde o seu lançamento.
    Adorei a sua resenha, muito completa e autoexplicativa. Sobre o fato de se encontrarem apenas uma vez ao ano, não é esse o charme da história? Qual o problema nisso?

    beijos
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  24. Olá!

    Vi mais comentários negativos que positivos sobre Novembro Nove e fiquei um pouco desanimada porque gosto bastante da Colleen, mas pela sua resenha sinto que vou gostar do livro. Nem todo livro pode ser surpreendente né? Estou ansiosa para conferir o que eu vou achar dele. Amei a resenha!

    Beijos,

    Luana

    ResponderExcluir
  25. Olá Tamara, tudo bem?

    Infelizmente não tive nenhum contato com a escrita da Colleen Hoover, mas dentre todos os livros dela publicados no Brasil, este é o que mais vejo sendo comentado elogiado. Então acho que começarei logo por ele, rs.

    Beijos

    ResponderExcluir
  26. Oie
    é ótimo saber que tem tanta gente gostando tanto do livro, eu estou doidinha para ler, afinal, essa autora sempre nos surpreende, muito legal o enredo e espero com certeza comprar e ler em breve

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  27. Oi Tamara!
    Então, sei que vai parecer meio desagradável da minha parte, mas só li os primeiros parágrafos de sua resenha, porque eu tenho alguns problemas com a Colleen.
    Eu acabei de comprar esse livro, mesmo eu tendo me decepcionado com O Lado feio do amor.
    Achei o livro super meloso e previsível... Então, eu meio que tenho medo de ler algo que me desencoraje de ler o 9 novembro.
    Enfim, em resumo, juro que volto e leio depois que eu ler o livro... <3

    Ana
    https://literakaos.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  28. Oiee, tudo bem?? Primeiro: que foto mais lindaaaa vc tirou! Nunca li nada da autora mas vejo muuuuita gente que é apaixonado por todos os livros, então quando encontro uma crítica positiva de alguém que, como você, não é tão fã assim, acho super menos suspeito hahaha com relação aos encontros anuais acredito que é a proposta do livro né, não deveria ser um ponto positivo. É uma leitura que, embora não faça meu gênero eu não descarto. Bjosss

    http://porredelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  29. Oi, tudo bem?
    Já li alguns New Adults e tive a sorte de pegar ótimos personagens, maduros e tramas excelentes. Eu, infelizmente, nunca li nada da Colleen Hoover, mas quero muito, e esse parece ser um ótimo começo.

    ResponderExcluir