Meu nome é Stéfani Rilli, tenho 23 anos e moro no interior de São Paulo. Sou completamente apaixonada por livros, series e filmes. Quase Arquiteta que ama tudo que envolve minha amada profissão. Sonho conhecer o mundo, em especial Londres. O primeiro livro que li foi Lucia já vou indo da autora Maria Heloisa Penteado, minha mãe despertou o desejo pela leitura em mim desde pequena, ela ia a biblioteca pública pegar livros e fazia questão que eu levasse pelo menos um. Adoro livros de romances, me considero uma romântica incorrigível.









Me chamo Barbara Mazzo Cabalero, tenho 26 anos e moro em Ribeirão Preto, interior de São Paulo. Atualmente sou Advogada e concurseira. Fanática por livros desde os 10 anos quando uma professora mandou ler o livro Droga da Obediência, do Pedro Bandeira.





Sou Tamara Padilha, catarinense, tenho 19 anos e estudante de direito. Gosto de história, escrever, embora seja bastante preguiçosa e indisciplinada para isso e de conversar sobre livros, além de outros assuntos, claro. Sou viciada em livros e tenho uma lista enorme que cresce quase todos os dias, literalmente, de coisas que desejo ler no futuro.
Leio desde bem nova e gosto de quase todos os gêneros. Biografias, romances, romances históricos, livros policiais.
Apenas não me adapto tanto com fantasia e ficção cientifica, embora venha tentando mudar isso.
Leio no geral e-books e vivo adquirindo novos, mesmo que eu não vá lê-los em um futuro tão imediato. Tenho um blog onde posto alguns textos e crônicas que escrevo e que são de minha autoria.





Meu nome é Renata Rosa Cezimbra, ou simplesmente, Lady Trotsky, nick de internet desde os quinze anos que ostento com o orgulho que apenas uma dama teimosa poderia ter. Tenho 28 anos feitos há quatro meses. Moro em Porto Alegre, a linda capital do Rio Grande do Sul. E ama esta querência com o coração do tamanho do estado do RS.
 Aprendi a ler com quatro anos, mas os livros mesmo só vieram depois. Parei e voltei com eles mais vezes do que posso contar, mas há um longo tempo, casei com eles e deles não me divorcio mais. Tenho, de quebra, um namorado muito nerd que amo tanto quanto meus livros, que carinhosamente chamo de “meus bebês”. E também sou dona de sair imaginando mundos e fundos. Seja original, seja fanfic,  seja resenha, seja review, meus dedos nunca param. Eles são extensão do meu multiverso mental.
Não apenas de livros eu vivo, porém. Sou fã de tokusatsus (série de heróis e monstros japoneses), animes (desenho japonês), vampiros, terror, quadrinhos, pro-wrestling (luta livre profissional), séries (Doctor Who e Sherlock estão no topo da lista de favoritos), desenhos animados americanos e europeus, Shakira, ABBA e uma infinita lista. Amo minha família e meu namorado e nada tenho a reclamar dessa vida, que com livros é nada menos que perfeita. (Exceto pela falta de emprego.) Um sonho? Viver do que eu realmente gosto, escrever. Mas enquanto não realizo isso, vou seguindo outros caminhos.





Sou Isabela Rocha, tenho 19 anos, moro no interior de São Paulo e sou estudante de Jornalismo.
Me considero uma incorrigível apaixonada pelas palavras desde sempre. Costumo escrever textos os quais eu chamo de minhas divagações sentimentais ou reflexivas, meio voltados para o estilo literário. Às vezes me arrisco em crônicas ou contos (bem raramente na verdade) gostaria de me arriscar mais.
Quanto a leitura, provavelmente não há um gênero que eu possa apontar e dizer que não leio. Sou extremamente eclética. Vou de romances água com açúcar para suspense policial, terror, ficção científica, infanto-juvenil e por aí vai.